Museus da Região Metropolitana
pag-regioes-metropolitana

Busca de Museus
por nome ou termos

Casa de Oliveira Vianna

Niterói, RJ, RJ
Alameda São Boaventura nº41 - Fonseca
Telefone: (21) 3601-8220
casaoliveiravianna@gmail.com
Horário: 3ª a 6ª, das 10h às 17h. Fechado temporariamente

foto_principal_perfil
foto: Museus do Rio

Última atualização: Dom, 23 de Junho de 2013 19:35

"[...] Centro de Pesquisa voltado à divulgação da vida e da obra de seu proprietário."

A Casa de Oliveira Vianna, situada no Fonseca, um dos bairros mais antigos da cidade de Niterói, foi a residência do jurista, historiador e sociólogo Francisco José de Oliveira Vianna.

Lugar de toda uma vida, a casa, mobiliário, biblioteca e arquivo pessoal de Oliveira Viana, musealizados e mantidos tal qual eram usados por seu dono, constituem-se em acervo deste Centro de Pesquisa voltado à divulgação da vida e da obra de seu proprietário.

Fazem parte deste acervo algumas correspondências trocadas com personalidades do quilate de Gustavo Capanema, Monteiro Lobato e Getúlio Vargas, assim como os chamados papagaios, anotações reflexivas guardadas agrupadas e atadas, pelo próprio, para posterior elaboração de ensaios, críticas e livros.

O amplo jardim com canteiros, árvores frutíferas, chafariz e caramanchão é reservado às atividades educativo-culturais. 

Oliveira Vianna

Francisco José de Oliveira Vianna nasceu, em 20 de julho de 1883, em uma fazenda localizada no Distrito de Rio Seco, município fluminense de Saquarema.

Formado em Ciências Jurídicas e Sociais, na Faculdade de Direito do Rio de Janeiro, foi professor na área jurídica; jornalista colaborador dos jornais: Diário Fluminense, O País e Correio da Manhã; consultor jurídico do Ministério do Trabalho, Indústria e Comércio entre os anos de 1932 a 1940, contribuindo na elaboração da legislação trabalhista, além de publicar diversas obras referência para o Direito do Trabalho.

Foi membro correspondente da Sociedade dos Americanistas de Paris, do Instituto Internacional de Antropologia, da Sociedade Portuguesa de Antropologia e Etnologia, da Academia Portuguesa de História, da Union Cultural e Universal de Sevilha, da Academia de Ciências Sociais de Havana e da Academia Dominicana de História.

Em 1941, foi eleito membro da Academia Brasileira de Letras ocupando a cadeira número 08. Faleceu na casa que hoje recebe seu nome, em 28 de março de 1951.

Saiba Mais

Espaço Físico: prédio, território e entorno

Instituição: trajetória e natureza jurídica

A casa onde Oliveira Vianna viveu até a sua morte, em 28 de março de 1951, foi adquirida pelo Estado do Rio de Janeiro, em 1955, passando a sediar a Fundação Oliveira Vianna. Desde 1975, integra a Fundação Estadual de Museus do Rio de Janeiro, hoje Fundação Anita Mantuano de Artes do Estado do Rio de Janeiro - FUNARJ, vinculada à Secretaria do Estado de Cultura.

Acervo Museográfico:

Mobiliário, pinturas, porcelanas, cristais e objetos de uso pessoal de Oliveira Vianna.

Acervo bibliográfico:

Este acervo é composto por cerca de doze mil exemplares relativos aos campos de conhecimento da Sociologia, da Antropologia, da História e do Direito.

Acervo Arquivístico:

Correspondências e anotações pessoais, como os famosos papagaios.

  • icon icon shadow

Mapa e Dicas

Ponte Rio-Niterói
Viação Ingá
Viação Fagundes
Hotel Mercure Niterói Orizonte
Hotel Cantareira
Hotel Fagundes Varela

Realizzazione CMS
Realização:

unirio
Produtora
Associada:

imagine
Instituições
Parceiras:
ibram
Patrocínio:
Secretaria de Estado de Cultura do Rio de JaneiroProjeto realizado com o patrocínio do Governo do Rio de Janeiro e da Secretaria de Estado de Cultura – Edital Mídia Digital 2011
Apoios:
faperj Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico