Complexo Cultural da Marinha - Espaço Cultural da Marinha

Rio de Janeiro, RJ
Espaço Cultural da Marinha - Av. Alfred Agache, s/n, Centro, próximo à Praça XV
Telefone: (21) 2104-5592 / 2104-6025
secom@dphdm.mar.mil.br
Horário: terça-feira a domingo, das 12h às 17h. Entrada gratuita para visitações. Ingressos à venda para o passeio marítimo:

foto_principal_perfil
foto: DPHDM

Última atualização: Dom, 04 de Agosto de 2013 02:49

"A proposta é a de um embarque pela história do Brasil e da navegação."

O Espaço Cultural da Marinha integra o Complexo Cultural da Marinha formado por um circuito de museus e de exposições do qual fazem parte o Museu Naval e  a Ilha Fiscal.

A proposta é a de um embarque  pela história do Brasil e da navegação. O ponto de partida tem início logo na entrada do Espaço Cultural onde está exposta a Galeota D. João VI, construída em Salvador, no ano de 1808, e que esteve em uso até o início do período republicano.

A viagem continua a bordo do Submarino- Museu Riachuelo, do Navio- Museu Bauru e da Nau dos Descobrimentos, atracados ao cais do Espaço Cultural. Em seu pátio, podemos conhecer também o Helicóptero Museu.O visitante também pode optar por um Passeio Marítimo pela Baía de Guanabara, a bordo do Rebocador Laurindo Pitta, navio que participou da Primeira Guerra Mundial, ou embarcar para a Ilha Fiscal, na escuna Nogueira da Gama.

Submarino-Museu Riachuelo 

O Submarino- Museu Riachuelo foi construído em 1973, na Inglaterra, lançado ao mar em 6 de setembro de 1975, e incorporado à Armada brasileira em 27 de janeiro de 1977. Sétimo navio da Marinha do Brasil a ostentar este nome, homenagem à batalha naval de 11 de junho de 1865 entre a esquadra paraguaia e uma fração da esquadra brasileira, sob o comando do Almirante Barroso.

Após 20 anos em operação foi desincorporado do Serviço Ativo da Armada. Sua Mostra de Desarmamento foi realizada em 12 de novembro de 1997, sendo reclassificado como Submarino-Museu.

Navio-Museu Bauru

O Navio- Museu Bauru foi construído em Nova Jersey (EUA), foi lançado ao mar em 15 de setembro de 1943, e incorporado à Marinha americana em 11 de outubro do mesmo ano com o nome de McAnn, prestando serviços àquela marinha até agosto de 1944, quando foi transferido para a Marinha do Brasil, recebendo o nome de Bauru em homenagem à cidade paulista de Bauru.

Durante a Segunda Guerra Mundial, o Contratorpedeiro-Escolta Bauru participou de comboios e efetuou missões de apoio no transporte de tropas e patrulhamento em zonas de guerra. Terminado o conflito, foi incorporado à Flotilha de Contratorpedeiros e, posteriormente, ao Esquadrão de Avisos Oceânicos, onde continuou a cumprir importantes e diversificadas missões.

Nos seus quase 40 anos de atividade, o Bauru navegou 295.405 milhas, perfazendo 1.423 dias de mar. Após sofrer reformas de adaptação, foi aberto à visitação pública no ano de 1982 como navio-museu.

Saiba Mais

Espaço Físico: prédio, território e entorno

O Espaço Cultural da Marinha foi criado, em 20 de janeiro de 1996, nas antigas Docas da Alfândega do Porto do Rio de Janeiro, após uma grande reforma em sua estrutura. 

Instituição: trajetória e natureza jurídica

O Espaço Cultural da Marinha integra o Complexo Cultural da Marinha, sob a coordenação da Diretoria do Patrimônio Histórico e Documentação da Marinha (DPHDM).

    Complexo Cultural da Marinha - Diretoria do Patrimônio Histórico e Documentação da Marinha (DPHDM)
    Site institucional
    MIDAS. Sistema de Museus. Acervo (DPHDM)
    Base de dados acervo museológico da Marinha (DPHDM)

    Mapa e Dicas

    ônibus: via Praça XV
    Visita guiada. Projeto Escola. Agendamento.
    Passeio marítimo no Rebocador Laurindo Pitta com saídas às 13h15 e 15h15.



    Realizzazione CMS