Museus da Região Serrana
pag-regioes-serrana

Busca de Museus
por nome ou termos

Casa de Santos Dumont

Petrópolis, RJ
Rua do Encanto, 22 – Centro
Telefone: (24) 2247-5222 | (24) 2247-3158
casasantosdumont@petropolis.rj.gov.br
Horário: De 3ª a domingo, das 9h30m às 17h. Visita guiada.

foto_principal_perfil
foto: Museus do Rio

Última atualização: Seg, 17 de Junho de 2013 00:54

"‘A Encantada’, erguida na Rua do Encantado [...]símbolo de uma personalidade inventiva, amante das formas geométricas, avessa à complicação, à cerimônia e ao fausto."

O Museu Casa de Santos Dumont preserva e divulga a memória do pai da aviação brasileira, gênio da engenharia que revolucionou o mundo.

 “A Encantada”, erguida na Rua do Encantado, antigo Morro do Encanto, assim batizada por seu criador é símbolo de uma personalidade inventiva, amante das formas geométricas, avessa à complicação, à cerimônia e ao fausto.

Bem Tombado em 14 de julho de1952, a casa foi projetada por Santos Dumont para sua residência de verão na cidade.  

O interesse público em sua preservação vincula-se ao reconhecimento dos feitos memoráveis de seu criador e ao grau de representatividade de seu projeto, testemunho da busca constante por soluções simples e criativas, aliadas a um forte sentimento de brasilidade.

Casa Encantada - Patrimônio Histórico e Artístico Nacional

O olhar do visitante logo percebe a lógica criativa que guiou a construção da casa, como a curiosa escada íngreme de degraus cortados em forma de raquete para facilitar os movimentos; os móveis projetados como extensão da madeira utilizada nas paredes, a qual Santos Dumont mandou vir de Cabangu, Minas Gerais, sua terra natal; o famoso chuveiro feito com um balde perfurado, dividido ao meio para água quente e fria.

A estrutura da casa, no entanto, impõe limites à acessibilidade necessária a seu uso enquanto espaço museológico. O Centro Cultural 14 Bis, anexo ao museu, disponibilizará maquete tátil, DVD em libras e catálogo em braile para que portadores de necessidades especiais possam, enfim, ter acesso às informações sobre o projeto de Santos Dumont para sua “Encantada”. 

Saiba Mais

Espaço Físico: prédio, território e entorno

Construída em terreno íngreme na forma de um chalé alpino francês, a casa foi projetada em peça única com três andares e um terraço. No primeiro andar, ou térreo, há um porão que servia de oficina e laboratório; no segundo, a sala ampla destinava-se às refeições, à biblioteca e ao estúdio; o acesso ao quarto de dormir e ao banheiro era feito por uma escada quase vertical; uma porta lateral abria-se para uma ponte com acesso ao alto do terreno no nível do telhado, feito em folha de flandres, onde havia um mirante para observações astronômicas. Sem cozinha, as refeições eram feitas em um hotel vizinho.

Com projeto de Santos Dumont, a casa foi construída, em 1918, pelo engenheiro Eduardo Pederneiras. Devido a sua localização, seu criador batizou-a de “A Encantada”.

Curiosidades inventivas da construção:
A cama, um colchão colocado sobre cômoda espaçosa com muitos gavetões; o chuveiro com aquecimento a álcool, feito com um balde perfurado dividido ao meio, com entradas para água fria e quente, cuja temperatura é dosada com auxilio de duas correntes; os móveis da casa são extensão da madeira utilizada nas paredes; as escadas íngremes com  degraus em forma de raquete facilitam os movimentos de subida e descida; o acesso ao observatório astronômico no telhado de flandres é feito por escada de degraus fixados a uma única viga central, o corrimão de cabos de aço.
Foi na Encantada que Santos Dumont escreveu um de seus dois livros, a obra intitulada O que eu vi e o que nós veremos.

Instituição: trajetória e natureza jurídica

Após sua morte, em 23 de julho de 1932, seus sobrinhos e herdeiros doaram à Prefeitura de Petrópolis, em 6 de novembro de 1936, a “Encantada” e o prédio dos fundos, com a condição de que ali fosse instalada uma instituição que perpetuasse a memória do inventor. Em 21 de março de 1943, por ocasião do centenário da cidade, o prefeito Márcio Alves inaugurou o Museu Casa de Santos-Dumont, em cerimônia presidida pelo Ministro da Aeronáutica, Salgado Filho.

A casa e o acervo pertencentes a Santos Dumont foram inscritos no Livro do Tombo Histórico do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN em 14/07/ 1952.

O Museu Casa de Santos Dumont é vinculado à Fundação Petrópolis de Cultura, Esportes e Lazer. Recebe, aproximadamente, nove mil pessoas por mês, sendo o segundo museu mais visitado da cidade.

Dentre os objetos encontram-se:

  • a planta original da Casa, feita Eduardo Pederneiras, amigo do aviador;
  • um de seus clássicos chapéus com as abas moles, voltadas para baixo;
  • cartas escritas por Santos Dumont;
  • a bandeira do Brasil que ele costumava hastear no terceiro andar da casa para indicar sua presença;
  • um telefone de magneto com linha nº111, conforme a lista telefônica de 1918;
  • uma luminária original da casa.

    Museu de Santos Dumont
    Casa natal

    Biografia de Santos Dumont, sua Casa natal e a Fundação Casa de Cabangu.

    Prefeitura Municipal de Petrópolis
    Portal

    Projeto para a construção do Centro Cultural 14 Bis

    Museu Casa Santos Dumont - Fundação de Cultura e Turismo de Petrópolis
    Portal
    Outra Globalização
    Blog

    Alberto Santos Dumont, o Pai da Aviação brasileira foi o nono nome gravado no livro dos heróis da pátria, guardado no Panteão da Pátria, em Brasília.

    A Maravilhosa Vida de Santos Dumont, por Luis Pagano
    A memória de Santos Dumont

    A memória de Santos Dumont

    HOFFMAN, Paul. Asas da loucura. São Paulo: Editora Objetiva, 2003.

    SANTOS DUMONT, Alberto. O que eu vi o que nós veremos. São Paulo, 1918.

    JORGE, Fernando. As lutas a glória e o martírio de Santos Dumont. Rio de Janeiro: McGraw-Hill do Brasil, 1977.

    • icon icon shadow

    Mapa e Dicas

    Acessibilidade limitada
    Visita guiada
    Ingresso: R$5,00. Gratuidade: até 6 anos e acima de 65 anos
    Isenção: escolas municipais e estaduais de terça a sexta
    Luigi Seleri, Praça Rui Barbosa, 185

    Realizzazione CMS
    Realização:

    unirio
    Produtora
    Associada:

    imagine
    Instituições
    Parceiras:
    ibram
    Patrocínio:
    Secretaria de Estado de Cultura do Rio de JaneiroProjeto realizado com o patrocínio do Governo do Rio de Janeiro e da Secretaria de Estado de Cultura – Edital Mídia Digital 2011
    Apoios:
    faperj Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico